Pular para o conteúdo

Vera Canhoni

Ensaios poéticos: recolhi meu ser – Vera Canhoni

Ensaios poéticos: recolhi meu ser na dobra do poema – Vera Canhoni

 

Recolhi meu ser na dobra do poema

E na vertigem do dia ausente:  meu amor

Na quietude dos teus braços ardentes, meu ímpeto e desejo

No espaço aberto da melodia: meu cansaço

E na curva das suas costas fatigadas recolhi meus gestos mais insanos

Na aura da lua infinita,  meu silêncio: leve, pleno, aéreo

Meu exílio? Recolhi  no terno segredo do teu olhar

E na estrada sinuosa do teu ser: o meu desequilíbrio

Olhos-d’água de vícios

 

Eventos

 

Marcações:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.