Pular para o conteúdo

Vera Canhoni

Degustação Psicanalítica – liberdade e comunicação humana

Degustação Psicanalítica – liberdade e comunicação humana

Breve pensamento de Hélio Pellegrino sobre a ciência da libertação humana 

Liberdade e comunicação humana

Psicanálise e encontro

A psicanálise é, para mim, a ciência da libertação humana. Quem fala em liberdade humana fala sempre em comunicação e encontro. A psicanálise é, portanto, a ciência da comunicação e do encontro. O trabalho psicanalítico visa a construção de um encontro entre duas liberdades. Isto significa que a psicanálise visa o encontro entre duas pessoas, já que o centro da pessoa é a liberdade.

Liberdade e abertura ao Outro

Não há liberdade sem abertura ao Outro, sem consentimento na existência do Outro como tal e enquanto tal. Os distúrbios emocionais podem ser conceituados como limitações estruturais dessa abertura, implicando uma perda em disponibilidade com respeito ao Outro.

 Outro em sua essência de ser-outro

Se minhas ansiedade básicas exigem de mim que faça do Outro um instrumento do meu esquema de segurança, já não posso aceitar o Outro em sua essência de ser-outro. Vou inventá-lo à imagem e semelhança de meus temores, torno-me o eixo da referência ao qual o Outro deve referir-se e submeter-se.

Psicanálise – liberdade  originalidade e comunicação autêntica

A psicanálise, sendo um longo convívio humano anti-autoritário, é um chamamento à liberdade e à originalidade do paciente e do analista, para que ambos assumam a alegria da comunicação autêntica.

Hélio Pellegrino

Pellegrino, A.(org) Lucidez embriagada. São Paulo, Planeta, 2004

http://www.veracanhoni.com/psicanalise-atendimentos-clinicos-para-adultos-e-adolescentes-temporariamente-atendimentos-remotos

http://www.veracanhoni.com/evento/grupo-estudo-freud-processo-psicanalitico-vera-canhoni/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.