Pular para o conteúdo

Vera Canhoni

Área intermediária: criatividade, silêncio e solidão – Degustação Psicanalítica

Área intermediária: criatividade, silêncio e solidão – Degustação Psicanalítica

Encontro em Cecília Meireles uma bela maneira para falar do espaço potencial; da área intermediária da experiência como lugar privilegiado para a criatividade e continuidade das experiências.

área intermediária – criatividade: silêncio e solidão 

Minha infância de menina sozinha, deu-me duas coisas que parecem negativas, e foram sempre positivas para mim: silêncio e solidão. Essa foi sempre a área da minha vida. Área mágica, onde os caleidoscópios inventaram fabulosos mundos geométricos, onde os relógios revelaram o segredo do seu mecanismo, e as bonecas o jogo do seu olhar.

Mais tarde, foi nessa área que os livros se abriram, e deixaram sair suas realidades e seus sonhos, em combinação tão harmoniosa que ate hoje não compreendo como se possa estabelecer uma separação entre esses dois tempos de vida, unidos como os fios de um pano. Foi ainda nessa área que apareceram um dia os meus próprios livros, que não são mais do que o desenrolar natural de uma vida encantada com todas as coisas, e mergulhada em solidão e silêncio tanto quanto possível.

Meireles, C. Obra poética.  Rio de Janeiro: Editora Nova Aguilar S/A, 1987.

Eventos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.