Pular para o conteúdo

Vera Canhoni

O Feminino em análise – a filha da solidão – Mia Couto

O Feminino em análise – a filha da solidão – Mia Couto

Na vida tudo chega de súbito.
O resto, o que desperta tranquilo, é aquilo que, sem darmos conta, já tinha acontecido.
Uns deixam a acontecência emergir, sem medo. Esses são os vivos.
Os outros se vão adiando.
Sorte a destes últimos se vão a tempo de ressuscitar antes de morrerem.

 
Couto, M. A menina sem palavras. São Paulo, Companhia das Letras, 2013

 

Psicoterapia psicanalítica para (re) inventar o viver

Eventos

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *